Florença e o quattrocento

Por Marcelo Albuquerque   A primeira fase renascentista está focada na cidade de Florença, que oferece a possibilidade de estudos superiores em círculos acadêmicos não associados à Igreja ou instituições tradicionais, mas financiadas pelos ricos banqueiros, como a família Médici.  As artes plásticas e a arquitetura formulam regras de perspectiva linear, reorganizando a representação espacial. A... Continuar Lendo →

Templos e tipologias greco-romanas

Por Marcelo Albuquerque Inicialmente a arquitetura grega e etrusca era executada em madeira, tendo sido substituída pela pedra calcária (particularmente o mármore) a partir dos finais do século VII a.C. Segundo Summerson, como vimos anteriormente (As ordens e os conceitos gerais da linguagem clássica), é quase certo que a ordem dórica se originou de um tipo primitivo de... Continuar Lendo →

As ordens e os conceitos gerais da linguagem clássica

Por Marcelo Albuquerque Segundo Summerson[1], um edifício clássico é aquele cujos elementos decorativos derivam direta ou indiretamente do vocabulário arquitetônico do mundo clássico, e que o objetivo dessa arquitetura sempre foi alcançar uma harmonia inteligível entre as partes. Essa harmonia inteligível possui variações dominantes denominadas “ordens”. Da mesma forma que a música, a harmonia é... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑