Cor integral

Por Marcelo Albuquerque   Para Argan, o objetivo de Albers em sua obra artística não é sugerir uma terceira dimensão, mas realizar nas duas dimensões um espaço plástico integral, tão sólido e concreto quanto o da arquitetura[1]. Em seu pensamento, Albers foi seguido por um de seus mais bem sucedidos alunos de Black Mountain College,... Continuar Lendo →

Aproximações científicas da cor na arte: impressionistas e neoimpressionistas

Por Marcelo Albuquerque   Aponto uma tradição científica da cor na arte como aqueles artistas que, em maior ou menor grau, pesquisam as manifestações da cor com suportes científicos, através da química, física e fisiologia humana, principalmente. Entretanto, a ciência não isenta as obras artísticas da leitura poética ou metafísica, pois, como foi dito anteriormente,... Continuar Lendo →

A cor e a ciência do séc. XVII

Por Marcelo Albuquerque As cores tendem a se organizar na vida humana ora de forma social ora de forma científica. Até o início do Renascimento, as ideias platônicas e aristotélicas dominaram o cenário científico no que se refere às cores. Acreditava-se no conceito pitagórico dos raios de “fogo” emitidos pelos olhos a sondar o mundo,... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑