Mausoléu de Adriano (Castelo de Santo Ângelo)

Por Marcelo Albuquerque   Passando pelo rio Tibre, em direção ao Vaticano, tem-se a bela visão do Castelo e Ponte de Santo Ângelo. Sua antiga estrutura foi iniciada em 135 pelo imperador Adriano como mausoléu pessoal e familiar, concluído por Antonino Pio em 139. De concreto romano e revestido originalmente de mármore travertino, era coroado por uma quadriga em bronze, conduzida por Adriano. Passou... Continue lendo →

Templo de Adriano

Por Marcelo Albuquerque   O Templo de Adriano se situa no Campo de Marte, a poucos metros do Panteão. Foi construído por seu filho e sucessor Antonino Pio, em 145. Do templo original restou uma parede da cela, juntamente com onze colunas coríntias da colunata externa. Esta fachada, juntamente com a arquitrave (reconstruída após a Antiguidade), foi incorporada ao palácio papal do... Continue lendo →

Fórum de Trajano

Por Marcelo Albuquerque   O Fórum de Trajano é o último dos fóruns imperiais. Foi erguido com os despojos de guerra da conquista da Dácia (106 d.C.). Nele, encontram-se as ruínas da imensa basílica Ulpia e os mercados de Trajano, na encosta escavada na colina do Quirinal. Dentro dele, é possível caminhar por ruas romanas com calçamentos originais e estudar de perto as... Continue lendo →

Estádio de Domiciano e a Piazza Navonna

Por Marcelo Albuquerque   Do período de governo de Domiciano, destaco o desenho da atual Piazza Navona, local do antigo Estádio de Domiciano. A piazza tem forma de ferradura alongada, pois os atuais edifícios se erguem sobre as antigas arquibancadas do estádio, sendo possível visitar o subsolo da praça através de um museu subterrâneo dedicado... Continue lendo →

Domus italica em Pompeia

Por Marcelo Albuquerque   Como vimos anteriormente (ver Domus italica), as casas romanas eram mais que um mero abrigo para o corpo físico; era o ponto de encontro da família e o centro das cerimonias religiosas mais intimas. De origem etrusca, as casas ou domus eram o tipo de habitação mais comum entre a nobreza... Continue lendo →

Mosaicos e trabalhos finos em pedra

Por Marcelo Albuquerque   O opus tessellatum é uma forma de mosaico para ornamentação dos pisos, baseado na montagem de pequenas peças coloridas denominadas tesserae. São feitas de diversos materiais, como mármores, pedras rústicas e nobres, pedras semipreciosas, vidros, esmaltes, metais e cerâmicas. Os mosaicos eram agregados com argamassa e colocados sobre um suporte que poderia conter mais camadas de pedras e camadas... Continue lendo →

Estilos de pinturas romanas

Por Marcelo Albuquerque   As pinturas romanas, em grande parte afrescos, têmperas e encáusticas, receberam influencias etruscas, itálicas e gregas. Em Pompeia encontram-se grandes exemplos preservados de pinturas, especialmente as agregadas aos ambientes arquitetônicos públicos e privados (ver Domus italica). As pinturas nos ambientes se dividem em quatro estilos principais, configurando padrões decorativos, sendo eles:... Continue lendo →

Panteão de Roma

Por Marcelo Albuquerque Adriano, cujo governo se estendeu de 117 a 138, pode ser considerado um dos maiores construtores dentre os imperadores. Supõe-se que o próprio tenha projetado o Panteão, construído entre 118 a 128, ou por Apolodoro de Damasco. Construído por Adriano, no lugar de outro templo construído pelo cônsul Marco Agripa, o Panteão... Continue lendo →

Viagem à Itália: grandes momentos da história da arte e arquitetura – julho 2019

Roma, Siena, Monteriggione, San Gimignano, Florença e Veneza. Grupo de 18 alunos com os professores Marcelo Albuquerque e Renata Bacelar. Prezados alunos, Estamos retomando o planejamento da viagem à Itália em que eu e o Marcelo iremos apresentar alguns pontos importantes da história, arte e arquitetura italiana aos alunos. A viagem anteriormente prevista para julho... Continue lendo →

WordPress.com.

Acima ↑